Logo Rastreadores

A gramática da Língua Inglesa (I)

Todo o idioma tem as suas regras, que fazem com que ele “funcione” corretamente. Com a língua inglesa não é diferente. Apesar de existir o inglês “casual”, que é falado no dia-a-dia e não respeita todas as regras, existe também o inglês “padrão”, que seria a forma “correta” de falar o idioma.

Esse conjunto de regras é chamado de gramática. Amada por alguns, nem tanto por outros, o fato é que ela existe e não pode ser ignorada. Na gramática estão contidos os conjuntos de regras que irão “reger” o idioma e fazer com que ele seja “padronizado” ao redor do mundo. Como o inglês é falado em vários países como primeira língua e mais milhões de pessoas como segunda língua, é preciso ter regras que o padronizem e assim alguém que fale inglês na Nigéria, por exemplo, possa se comunicar com alguém que fale inglês na Austrália.

A gramática da língua inglesa é dividida em classes gramaticais, que nada mais são do que categorias onde as palavras se encaixam. Cada categoria possui funções diferentes dentro da frase. Acontece algumas vezes de uma mesma palavra pertencer a classes gramaticais diferentes. Neste caso, para cada classe gramatical diferente, um significado diferente.

Um exemplo disso seria a palavra like.  Ela pode ser verbo, com sentido de gostar de algo, pode ser conjunção, no sentido de como (comparação), entre algumas outras classes gramaticais. O que irá definir qual sentido será usado é o contexto, mas para isso você precisará conhecer a palavra, seus significados e as classes gramaticais na qual ela pode pertencer.

[leadform]

A gramática da Língua Inglesa (I)

Imagem: Getty Images

As principais classes gramaticais da língua inglesa são:

  • Substantivos (nouns): servem para dar nome às coisas. Esses nomes podem ser comuns (nomes gerais, ex: dog) ou próprios (ex: Kelly), abstratos (ex: happiness), concretos (ex: stone), entre outros. Eles funcionam de maneira parecida com os substantivos da língua portuguesa, porém existem também diferenças, como por exemplo na formação dos gêneros e do plural;
  • Adjetivos (adjectives): usados para dar características aos substantivos, ou seja, para defini-los. Ex: a beautiful house (uma casa bonita);
  • Verbos (verbs): usado para indicar ações, eventos ou estado, relacionados ao sujeito. É considerado por muitos a parte mais importante de uma frase (ex: like, play)
  • Advérbios (adverbs): possuem a função de modificar o verbo, adjetivo, substantivo ou até mesmo outro advérbio. Pode aparecer no começo, meio ou final da frase (really, very);
  • Pronomes (pronouns): eles servem para substituir o substantivo ou outro pronome (He, you, us);
  • Preposições (prepositions): liga substantivos, pronomes e verbos a outras palavras em uma frase (on, under, up, at);
  • Conjunções (conjuctions): usadas para “unir” uma parte de uma frase com a outra (ex: and, but);
  • Interjeições (interjections): exclamações curtas, geralmente acompanhadas de ponto de exclamação, que indicam emoções (dor, alegria, raiva, etc);

Este artigo é uma introdução à gramática da língua inglesa. Nos próximos tópicos você terá informações mais detalhadas sobre cada uma das classes gramaticais mencionadas acima, com suas divisões e também com exemplos de uso de cada uma delas, para que você possa melhor entender como cada classe gramatical funciona e assim poder ter um melhor domínio da gramática da língua inglesa.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pular para a barra de ferramentas