maio 6 2014

Anna Raphaela Drumond

Os Verbos em Inglês




Os verbos, tanto em inglês como em qualquer língua, determinam a ação ou o estado de um ou mais indivíduos (o que as pessoas ou as coisas fazem ou como elas estão) e o tempo em que isso aconteceu (passado, presente ou futuro).

Os verbos em inglês, por incrível que pareça, são mais fáceis de lidar do que os verbos em português por não apresentar tantas variações nas suas desinências (a terminação das palavras) como em português. Vamos falar rapidamente, de forma prática, sobre os verbos em inglês e as suas regras em geral.

Motorista

VOCÊ QUER FALAR INGLÊS DE VERDADE?

Solicite uma proposta agora mesmo e receba várias opções de cursos para você sair na frente!

Qual é o tipo de curso?

Assim como em português, os verbos em inglês apresentam formas regulares e irregulares. Mas o que isso quer dizer? Isso significa que a forma com que são escritos e pronunciados pode ora ser igual a outros verbos, ora não ser. Há também os verbos auxiliares, que dão forma a uma pergunta ou a uma ação em um tempo diferente do presente. E há ainda um verbo muito curioso, o “to get” difícil de traduzir diretamente para o português por ter muitas formas de uso, ou seja, muitas “traduções”. É um verbo “faz-tudo”, “pau pra toda obra”, etc.

Verbos Regulares e Irregulares em inglês

Os verbos regulares (iguais) são os que, no particípio (no passado), apresentam a terminação – ed. Vejamos alguns exemplos:

Talk – Talked (falar)
Walk – Walked (andar)
Try – tried (tentar)

Já os irregulares (diferentes) mudam parcial ou totalmente a sua forma quando estão no passado ou particípio.
Vejamos alguns exemplos:

Think – thought (pensar)
Write – Wrote (escrever)
Know – Knew (saber)

Verbos auxiliares em inglês

Os verbos auxiliares são usados principalmente, para formar perguntas de verbos de ação em inglês. Ao contrário do português, onde para fazer uma pergunta apenas mudamos a entonação ou colocamos um ponto de interrogação na forma escrita, em inglês muda-se toda a ordem da frase e há o emprego de um verbo auxiliar junto ao verbo principal para dar sentido à frase. Os verbos auxiliares nesse caso dependem do tempo em que a pergunta foi feita. Vejamos alguns exemplos:

Do you dance samba?
Did you play video-games last night?
Have you been to Italy?

O verbo to get

Esse verbo não vai sair da sua boca quando estiver falando inglês. Ele tem múltiplos sentidos, é um verbo multiuso! Mas não se assuste achando que vai ter que decorar tabelas, na verdade s sentidos mais gerais podem ser o de ficar (mudar de estado, condição), pegar algo, chegar em algum lugar ou em um ponto em uma conversa, tornar-se, e por aí vai. Há também a combinação do verbo get e outro verbo, como a expressão “get to know” (conhecer),” get to go” (ir), etc… Aqui listamos alguns exemplos de como ele pode ser versátil mas não se preocupe em memorizar tudo de uma vez. Com a prática você vai conseguir lembrar e usar o “to get” em todos os seus sentidos.

A leitura como aliada

A leitura melhora nosso vocabulário e a nossa escrita, e em inglês não é diferente. Você pode desenvolver suas próprias técnicas de leitura quando for estudar os verbos ou outras estruturas da língua. Destacar os verbos em uma frase e formar outras frases a partir desse verbo pode ser um bom exercício. Outra dica é mudar o tempo do verbo e verificar se é irregular ou não. Veja os exemplos:

I like cake.
I liked cake
Do you like cake?

Praticando a língua você poderá aumentar seu vocabulário de verbos, basta querer. Para isso você pode fazer exercícios e desenvolver o método de estudo que se encaixe melhor na sua rotina.


Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário