janeiro 9 2015

Vanessa Queiroz

Motivos para matricular as crianças em um curso de inglês




Com o mundo globalizado, aprender inglês hoje é uma necessidade não apenas para os adultos, mas também para as crianças. Pois, a língua inglesa já está presente na comunicação infantil, com a presença de nomes, frases, jogos didáticos, produtos, músicas, e, até mesmo, conversas em inglês.

Todavia, a maioria dos pais ainda não se conscientizou da importância de proporcionar a oportunidade de seu filho estudar inglês desde criança. Veja a seguir os principais motivos para matricular as crianças em um curso de inglês.

A facilidade no aprendizado

As crianças têm facilidade em aprender mais de uma língua. Geralmente, a partir dos 3 anos de idade, os pequenos já possuem habilidades linguísticas que se desenvolvem rapidamente. Logo, a criança que aprende 2 ou mais idiomas no período da infância, tem maior chance de se tornar fluente em diversas línguas, especialmente o inglês, que está presente no cotidiano.

Durante o aprendizado do inglês, as crianças conseguem com maior facilidade perder o sotaque regional e nacional, desenvolvendo as habilidades de comunicação sem a dificuldade que os adultos enfrentam ao tentar conversar em outro idioma.

Além disso, as crianças aceitam as regras gramaticais de um novo idioma, pois, como estão conhecendo tanto o português quanto o inglês, elas não veem problema em entender que um objeto recebe vários nomes, ou que uma ideia pode ser expressa de maneira diferente.

Interação social

Alguns pais ficam receosos, pois pensam que uma rotina de frequentar uma escola regular e um curso de inglês pode ser algo cansativo. Entretanto, essa ideia está equivocada, pois nessa idade é aconselhável o máximo de interação social. É importante ressaltar que é nesse momento da vida se aprende a conviver em sociedade, e o contato com outras pessoas, fora do núcleo familiar, irá fortalecer a personalidade da criança e facilitar a perda de timidez e da dificuldade em se expressar.

Para quem ainda persiste em entender que isso pode cansar a criança, saiba que no ensino do inglês, geralmente a carga horária é de apenas 2 horas semanais. No processo de aprendizagem infantil, as aulas têm uma pedagogia voltada para a uma interação entre alunos e professores de uma maneira leve e com formato lúdico. Para isso, são utilizados complementos que fazem parte da vida da criança, como jogos e brincadeiras. Assim, de acordo com a idade do aluno, há uma metodologia especial para que haja um progresso contínuo.

O futuro

A partir do momento que a criança já tem contato com o inglês desde cedo, durante a adolescência ela estará apta para uma 3° língua, como o espanhol, o francês, italiano ou alemão. Além disso, os jovens desejam realizar intercâmbios para se aprofundar ainda mais no conhecimento do idioma. Para isso, é recomendável ter uma base concreta. Vai esperar chegar a vontade de seu filho fazer um intercâmbio para aprender inglês? Será um pouco tarde e a dificuldade irá aumentar. No futuro profissional, o conhecimento e a fluência em 2 ou mais idiomas é um diferencial que garante emprego e aumenta salários, fazendo do aprendizado um investimento.

Portanto, aprender inglês na infância é uma necessidade social, que envolve oportunidades futuras de crescimento profissional e pessoal. Por isso, ao analisar a possibilidade de matricular seu filho em uma escola de idiomas, não se atente apenas ao valor da mensalidade, mas considere as experiências que o curso irá proporcionar ao aluno. Dê preferência aos benefícios que a criança terá ao aprender desde já a língua inglesa.


Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário